Nova obra de Caravaggio é encontrada na França

Encontrada em um sótão de uma casa na França, nova obra atribuída ao pintor italiano é considerada autêntica.

Que sótãos e porões escondem mistérios e histórias perdidas todos sabemos, mas não é todo dia que você encontra uma obra de arte há mais de 400 anos, por ninguém menos do que Caravaggio!

O  pintor italiano Michelangelo Merisi da Caravaggio (1571-1610) é conhecido como um dos maiores nome do movimento barroco, seu trabalho tem principalmente a temática religiosa, constrantando luz e escuridão, com um realismo impressionante.

A nova obra de Caravaggio seria uma segunda versão da conhecida obra “Judite e Holofernes” e foi descoberta no sótão de uma casa perto da cidade de Toulouse, no sudoeste da França. A pintura mostra Judite,  heroína bíblica, viúva da cidade de Betúlia, decapitando em sua tenda Holofernes, o general de Nabucodonosor, que sitiava a cidade.

 

“Esta iluminação especial, esta energia típica de Caravaggio, sem correções, com a mão segura, e as matérias pictóricas, fazem com que este quadro seja autêntico”, declarou o especialista Eric Turquin, admitindo, no entanto, que ainda haverá sempre dúvidas das análises.

Estima-se que o quadro tenha sido pintador pelo pintor Italiano entre 1600 e 1610, e o valor estimado da obra é de € 100 milhões e € 120 milhões.

Nicola Spinoza, ex-diretor do museu de Nápoles e um dos grandes especialistas mundiais na obra do pintor, concorda com Turquin. “É preciso ver nesta tela um verdadeiro original do mestre lombardo, identificável quase com certeza, apesar de não termos prova tangível e irrefutável”, assinala Spinoza.

Veja a n

Nova obra de Caravaggio - Judite e Holofernes

 

Quer conhecer mais sobre a obra de Caravaggio? Assista o documentário “O Mestre do pincel e da Espada” sobre a vida e obra do pintor, clicando aqui!